Hidratação: endocrinologista alerta que todos devem beber água

O começo do outono marca a chegada da seca em boa parte do país. É uma época em que devemos nos manter sempre bem hidratados, ingerindo de dois a três litros de água por dia.

A agente de recepção Fernanda Guimarães precisou mudar os hábitos depois de ter problemas renais: “Me deu uma infecção de urina e inflamação nos rins por conta da falta de água. Na consulta a médica orientou que a gente precisa tomar pelo menos três litros de água todos os dias. Estou procurando mudar minha rotina. Ainda não consigo ingerir os três litros por dia, mas acredito que chego a dois, mais ou menos. Já tive uma melhora”.

A falta de sede é efeito comum no nosso processo de envelhecimento e tem gente que simplesmente não lembra ou não gosta de beber água. O uso de aplicativos de celular pode ajudar a lembrar de beber água. A endocrinologista Lorena Lima Amato explica alguns sintomas da falta de água no organismo: “A água é essencial para diversas reações do organismo, as células são compostas de água. E a falta, [causa] claro, a desidratação que a gente já sabe. Todos os sintomas desde dor de cabeça, sensação de cansaço, intestino preso, má digestão são sintomas da desidratação, podendo chegar até a fadiga, sensação de enxaqueca, cefaleia.”

Já o excesso de sede pode estar relacionado a algumas doenças como diabetes e alterações psiquiátricas. Além disso, a endocrinologista Lorena Amato alerta que até água em excesso faz mal: “Água em excesso – mas aí a gente está falando em verdadeiro excesso: oito litros, sete litros por dia – tem o potencial de fazer mal, sim. Isso acontece em situações psiquiátricas eventualmente, que as pessoas ingerem tantos volumes de água sem precisar. E aí pode ter alguma alteração.”

Outra dica é que a água não deve ser substituída por outros líquidos. Isso porque os sucos costumam ter muitas calorias e, eventualmente, muita acidez. Os refrigerantes têm quantidades de açúcares muito maiores do que as recomendadas. E as bebidas alcoólicas têm efeito diurético e provocam desidratação, além do risco de causar dependência.

*Com produção de Dayana Vítor
Saúde Brasília 05/04/2022 – 21:49 Bianca Paiva / Beatriz Arcoverde Victor Ribeiro – Repórter da Rádio Nacional beber água Hidratação terça-feira, 5 Abril, 2022 – 21:49 2:46

Fonte: Saúde

Share