Pesquisadores monitoram se carnaval teve impacto nos casos de covid

As aglomerações de blocos, registradas no período do carnaval na cidade do Rio de Janeiro, não provocaram aumento no número de casos de covid-19, de acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, Alberto Chebabo.

O especialista, que também é membro do Comitê Cientifico que auxilia a Prefeitura nas decisões sobre a pandemia, afirmou que a tendência de queda nos registros graves da doença, que necessitam de internação,  se mantêm, mesmo após a ocorrência da folia não-oficial.

Já o pesquisador do Observatório Covid-19 Fiocruz, Raphael Guimarães, afirma que ainda é preciso de um pouco mais de tempo para avaliar esse impacto.

Dados do Painel do Prefeitura mostram que a média de casos confirmados e óbitos estão em queda. No sábado de carnaval a média móvel de diagnósticos positivos para a covid estava em 294, enquanto os dados desta terça-feira sinalizam que esse número caiu para 175.

Já o painel do governo do estado aponta um pequeno aumento de notificações de covid na capital fluminense, entre a semana do carnaval  e a seguinte. Nesse período, o total de diagnósticos saltou de cerca de 7,5 mil para 9,3 mil. Em relação aos dados da semana epidemiológica que será encerrada no próximo sábado, apontam pouco mais de 2 mil casos.

Os números oficiais também indicam ligeiro aumento nos óbitos pela doença no período. O total passou de 110 na semana do Carnaval para 126 na semana seguinte.  Até agora, o quadro da semana epidemiológica atual registra 32 óbitos, número que ainda não está fechado.

 
Saúde Rio de Janeiro 17/03/2022 – 12:23 Sheily Noleto/Edgard Matsuki Fabiana Sampaio – Repórter da Rádio Nacional Carnaval covid-19 Rio de Janeiro quinta-feira, 17 Março, 2022 – 12:23 2:39

Fonte: Saúde

Share