Teste com vacina do Butantan contra chikungunya mostra eficácia de 96%

O instituto Butantan divulgou esta semana os resultados dos testes da fase 3 da vacina contra a Chikungunya. Os testes mostraram que a vacina gerou resposta imune em 96,3% dos participantes. Também indicaram que o imunizante é seguro e causa reações adversas mínimas. 

O gerente de inovação do Instituto Butantan, Cristiano Gonçalves deu mais detalhes sobre as características da vacina.

O desenvolvimento da vacina contra a Chikungunya é resultado de uma parceria entre o Instituto Butantan e a empresa de biotecnologia Valneva. Os testes foram feitos nos Estados Unidos com 4.115 pessoas acima de 18 anos. E a duração da imunidade será monitorada, de forma contínua, durante pelo menos cinco anos.

O Butantan também está realizando testes clínicos da vacina no Brasil. Serão recrutados 750 voluntários entre 12 e 17 anos. Os testes terão duração de 15 meses. Os primeiros voluntários estão sendo selecionados, desde janeiro, entre moradores da região de São José do Rio Preto, no interior do estado de São Paulo. O morador dessa região interessado em ser um voluntário deve enviar e-mail para chikv.sjrp@gmail.com manifestando o interesse.

Os pesquisadores do Butantan esperam que os dados dos testes da vacina sejam submetidos à análise da Anvisa até o final do ano que vem. 
Saúde São Paulo 17/03/2022 – 14:04 Leila dos Santos / Guilherme Strozi Nelson Lin – Repórter da Rádio Nacional Chikungunya vacina Butantan quinta-feira, 17 Março, 2022 – 14:04 1:59

Fonte: Saúde

Share